A Fundação ABC está nos preparativos finais para a realização de mais uma edição do Show Tecnológico de Verão, em Ponta Grossa. Além da participação de todos os setores de pesquisa da instituição, com demonstrações de campo e palestras, outras 55 empresas já tinham confirmado a presença, até o fechamento desta reportagem.

A vigésima terceira edição ocorre nos dias 19 e 20 de fevereiro, ao lado da indústria de beneficiamento de leite da Unium, na PR-151, entre Carambeí e Ponta Grossa-PR. Assim como nos anos anteriores, a entrada é gratuita e livre, nos dois dias do evento.

O evento se firmou com uma grande vitrine tecnológica para produtores e agrônomos dos estados do sul e São Paulo e que representaram mais de 420 mil hectares, de acordo com os dados da edição deste ano. Além das apresentações de palestras e de novos insumos e tecnologias para os agricultores, o Show Tecnológico também tem um espaço destinado aos pecuaristas de leite, com palestras e áreas demonstrativas de milho silagem e forrageiras. “O Circuito do Leite vai para o seu terceiro ano e desde a primeira edição, em 2017, foi muito bem aceito. Sempre tivemos tenda cheia nas palestras que realizamos em conjunto com uma outra área de pesquisa da Fundação ABC”, acrescentou Richard Paglia de Mello, pesquisador e coordenador do setor de Forragens & Grãos.

De acordo com Luís Henrique Penckowski, gerente Técnico de Pesquisa da Fundação ABC, o objetivo da feira é deixar o público atualizado com as informações do agro, que cada vez mais rápido passam por mudanças e deixou um convite especial aos produtores da região: “Este evento nasceu para atender os nossos produtores e queremos muito contar com a participação deles. Afinal é muito importante que ele esteja bem informado para que possa, junto com o seu assistente técnico, encontrar e debater as melhores soluções para as suas lavouras”, finalizou.

Temas da Fundação ABC

Parte cobiçada no evento são as palestras técnicas realizadas pelos pesquisadores da Fundação ABC. Para esta edição, Senio José Napoli Prestes, pesquisador e coordenador da área de Fitopatologia, adiantou que vai mostrar ao público o risco de postergar as aplicações de fungicidas. “Tem produtores que acreditam que atrasando um pouco a aplicação, vão economizar. Na verdade, ao fazer isso, o risco de perda é de 10 a 20% da produtividade”, alertou Prestes.

Para comprovar isso, ele contou que está preparando na área demonstrativa parcelas de soja e milho com aplicações de fungicidas em diferentes momentos, onde será possível verificar a eficiência.

Outro setor bastante procurado é o de Fitotecnia, que avalia os híbridos e sementes disponíveis no mercado. Para esta edição do Show Tecnológico de Verão, o setor faz uma dobradinha com o economista rural da instituição. Claudio Kapp Junior e o pesquisador Hélio Antônio Wood Joris pretendem fazer uma abordagem agronômica sobre a intensificação dos sistemas agrícolas e as consequências para o ambiente. “No mesmo sentido, vamos abordar as consequências disto nos resultados financeiros da propriedade”, acrescentou Kapp Junior.

Para quem ainda não conhece a plataforma desenvolvida pela instituição em conjunto com as cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, vale a pena passar pelo espaço do sigmaABC. Os associados das três cooperativas já estão usando a versão 1.0 e lá no evento será possível ver a ferramenta rodando, agora com dados reais das propriedades. Vale destacar que a Ocepar e outras cooperativas do Paraná tem conversado sobre a utilização da plataforma em outras lavouras paranaenses.

Empresas participantes também vêm com novidades

Em recente reunião com as empresas que também possuem áreas demonstrativas no evento, a organização do evento ficou sabendo que elas também virão fortes para o evento, trazendo palestras e novas tecnologias. “As empresas já conhecem o perfil dos produtores. Para chamar a atenção deles tem que vir com novidade e pelo que ouvimos das empresas, o evento continuará com a fama de vitrine tecnológica dos Campos Gerais”, comentou Silvio Bona, integrante da comissão organizadora.

Temas do Show Tecnológico de Verão

Agrometeorologia: Modelos de estimativa da remoção de fungicidas pela ação da chuva!
Entomologia: Estratégia de manejo de lagartas que cortam plântulas na cultura da soja.
Fitopatologia: Adoção das estratégias de época de semeadura e uso racional de fungicidas nas culturas de soja e milho.
Fitotecnia e Economia Rural: Sistemas agrícolas intensificados: Quais decisões mais afetam o resultado financeiro?Herbologia: Alerta! Amaranthus hybridus resistente ao herbicida glifosato.
Mecanização Agrícola e Agricultura de Precisão: Compactação do Solo.
Solos e Nutrição de Plantas: Boro na cultura da soja: fontes e estratégias de uso.

Circuito do Leite

Forragens & Grãos: Silagem de Grão úmido ou Snaplage?
Mecanização Agrícola e Agricultura de Precisão: Diferentes processos de mecanização em modalidades de silagem de milho.
Economia Rural: Considerações financeiras em concentrados energéticos para a produção leiteira.

Espaço + ABC: somente dia 19/02, às 9h30.

Fonte: globo.com