A Frísia, desde o início da pandemia da Covid-19 no Brasil, investe na redução da propagação da doença e contribui para a proteção da sociedade, incluindo os trabalhadores da cadeia produtiva e profissionais de saúde, além, é claro, dos seus associados e colaboradores.

No dia 20 de março, o governo federal publicou o Decreto 10.282, garantindo que a produção, circulação e comercialização de alimentos são atividades essenciais. Devido a isso, a equipe de Marketing e Comunicação da Frísia lançou uma websérie com quatro episódios informando como cooperados e colaboradores devem agir nas propriedades rurais para evitar a propagação do coronavírus.

Os vídeos, que estão no canal da Frísia no YouTube, são em formato de animação. O primeiro deles aponta a “orientação para o trabalho no campo”, apresentando as principais formas de contágio e como se prevenir da doença.

O segundo e o terceiro episódios são relativos a “medidas de segurança na propriedade” e “como proteger minha propriedade rural?”, respectivamente, destacando, por exemplo, o gerenciamento de estoques, inclusive, focando apenas na entrada de insumos considerados fundamentais para a manutenção das atividades na propriedade.

O quarto vídeo diz respeito aos “procedimentos para colaborador com sintomas do coronavírus”, em que se deve, entre outros pontos, redobrar as atenções quanto aos sintomas da Covid-19, como tosse, secreções, corizas e falta de ar.

A pandemia representa um risco para a população, sendo necessária a adoção de medidas de segurança para evitar o contágio. Para garantir que o alimento continue chegando à mesa dos brasileiros, o trabalho no campo não pode parar, por isso, a Frísia e o seu Comitê de Crise determinam ações que equilibram a atividade diária com a proteção da saúde, em que, apesar do momento atípico, a rotina não seja comprometida.

Para assistir à websérie, acesse aqui.