No dia 10 de novembro, o representante oficial da RTRS – Associação Internacional da Soja Responsável – no Brasil, Cid Ferreira Sanches, esteve na Frísia, em Carambeí/PR, apresentando aos associados as oportunidades de negócio da soja certificada e destacando a forte tendência nesse nicho de mercado da produção de soja responsável. A reunião foi realizada presencialmente, respeitando todas as recomendações de prevenção à Covid-19, e transmitida via Teams.

A certificação RTRS é uma ferramenta de gestão e uma estratégia sustentável reconhecida e aplicável globalmente. Ela assegura que a soja foi produzida em condições ambientalmente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis, com zero desmatamento e zero conversão.

Em 2019, o mercado brasileiro de soja certificada RTRS movimentou 4 milhões de toneladas, tendo um potencial ainda maior. A Frísia possui dois produtores em fase de receber a certificação RTRS, e para o próximo ano a tendência é aumentar esse grupo.

Para obter a certificação de produção de soja responsável RTRS o produtor deve cumprir com 106 indicadores obrigatórios e de implantação progressiva, reunidos em cinco critérios:

• Cumprimento legal e boas práticas empresariais
• Condições de trabalho responsáveis
• Relações responsáveis com a comunidade
• Responsabilidade ambiental
• Boas práticas agrícolas