Fundada em agosto de 1925, a Frísia apresentou aos associados e colaboradores o planejamento “Rumo aos 100 Anos”, um conjunto de propostas organizadas por estratégicas e sistema de execução que serão concretizados até 2025. Ao longo desses cinco anos, será investido quase R$ 1 bilhão em expansão e novos negócios.

“Estamos rumando aos 100 anos de fundação da Frísia e, nos próximos cinco anos, teremos os projetos de crescimento que elaboramos no nosso planejamento estratégico, em que queremos desafiar não somente os cooperados, mas também os colaboradores. Temos vários investimentos, seja na produção da pecuária de leite, grãos e suinocultura”, afirma Renato Greidanus, diretor-presidente da Frísia.

O “Rumo aos 100 Anos”, nome dado ao planejamento estratégico, teve início em 2021, visando o aniversário de um século da Frísia, sendo símbolo da tradição da cooperativa na agropecuária nacional.

Até 2025, está previsto no Mapa Estratégico o aumento da produção agrícola através da verticalização e expansão em novas fronteiras.  Na Pecuária de Leite, a cooperativa seguirá seus investimentos na intercooperação para acompanhar o crescimento da produção dos seus cooperados, enquanto na Suinocultura está previsto um aumento de 100% no número de leitões para atender à expansão de abate da Unidade Industrial de Carnes.

Os planos da cooperativa foram desenhados sob 6 perspectivas principais: Sustentabilidade, Gestão, Mercado, Pessoas, Financeiro e Cooperados. Respeitando sempre a missão da cooperativa que é disponibilizar produtos e serviços de forma a gerar resultado sustentável a cooperados, colaboradores e parceiros.

O superintendente da Frísia, Mario Dykstra, apresentou o planejamento estratégico para colaboradores e cooperados. “Para que a gente possa atingir esses números e desafios, precisamos ter um time colaborativo, com pessoas que cooperem entre si, um time que hoje nós já temos e que alcança um alto desafio. São pessoas capacitadas e que trabalham ao longo dos anos com engajamento, acordando todos os dias com vontade de produzir”, destaca Dykstra.

Para mais informações, basta acessar rumoaos100anos.frisia.coop.br, que conta ainda com um vídeo explicativo do programa.